5 de out de 2013

Audi Quattro

Eu sei que está tendo GP da Coreia...mas meu...quem vem o GP da Coreia? Nem os coreanos veem...
Então depois de uma semana dificil e cansativa, eu arranjei um tempo pra postar aqui no blog...e resolvi falar de algo que eu adoro...e de um carro que eu admiro...


o AUDI QUATTRO....

Eu não sou especialista....longe disso....mas quando conheci o Grupo B e os feitos ali feitos (hehehe horrível  mas não resisti) eu me deparei com o magnifico Audi Quattro...como não gostar deste carro.
Ele surgiu na década de 80, e era baseado no modelo Quattro de rua e teve várias evoluções, A1, A2, S1 e S1E2 (se estiver faltando me perdoem)

Foi nos anos 80 que a Audi surpreendeu e revolucionou o mundo do rally ao mostrar para todos o seu carro, o carro que em suas futuras evoluções chegaria a tornar a concorrência obsoleta...o Quattro. 

A Audi, com o Quattro conseguiu usar com eficiência a tração nas 4 rodas, coisa que muitos diziam que não dava pra se fazer, que seria muito complexo e pesado para tornar o carro competitivo. Mas quanto o Quattro chegou, logo mostrou que todos estavam errados...acredito que isso foi possível porque a Audi assim como muitas, senão todas as montadoras se aproveitaram das regras "flexíveis" do Grupo B para criar o seu super carro.

Mas é claro que a história não é só maravilhas...o Quattro tinha seus defeitos, ele era muito longo e pesado...apesar disso ele é considerado um dos mais importantes carros de rally de todos os tempos.

A1

O Quattro ganhou seu primeiro rally logo na sua estreia. E chegou a ganhar muitas outras etapas. Ganhando ainda mais exposição quando Michele Mouton ganhou em 81 o Rally de San Remo, se tornando a primeira mulher a ganhar uma etapa internacional. 
A temporada de 82 parecia ser um desfile da força e superioridade da Audi. Porém apesar de ser um dos mais rápidos e revolucionários dos carros, o Quattro tinha seus problemas. Ele era pesado, seu motor na frente do carro mais o chassis monocoque deixavam o carro difícil de controlar. O carro também sofria de problemas mecânicos. 
Apesar de disso, a Audi ganhou o campeonato de construtores de 82. 
Porém perderam o titulo de pilotos pois Michele Mouton sofria de constantes problemas mecânicos. 

A2

A temporada de 83 foi amarga para a Audi. A chegada do Lancia 037 trouxe um adversário mais forte que o esperado. 
O piloto numero 1 da Audi, Hannu Mikkola ganhou o campeonato de pilotos, porém os pilotos da Lancia, Markku Alen e Walter Röhrl marcaram pontos com frequência dando o titulo de construtores a Lancia. 

Eis que a Audi faz o Sport Quattro, que foi o primeiro carro que a Audi fez especificamente para o Grupo B. 
O chassis era muito diferente do original. Cerca de 320 mm foram tirados do carro entre a porta e a roda traseira. 
A Audi queria melhorar o balanço do carro movendo as baterias, os cooler e o radiador para a traseira do carro. O resultado foi 52% do peso na frente e 48% do peso atrás. 

A temporada de 84 foi a mais bem sucedida da Audi no mundo dos rallys, conquistando o campeonato de pilotos e construtores. 
Apesar disso foi em 84 que a Audi conheceu seu futuro adversário, aquele que ameaçaria o seu domínio  o Peugeot 205 T16 (irei dedicar um post só a Peugeot
A Peugeot com seu 205 causou preocupação na Audi, a ponto de mensagens serem passadas para os engenheiros em Ingolstadt para que eles continuassem trabalhando em novas inovações e ficassem complacentes com o atual sucesso. 

S1 E2

Disso surgiu o radical Sport Quattro S1E2 e provava que a Audi estava levando a sério a briga pelo dominação do esporte. O S1 se tornou o último carro que a Audi produziu para o Grupo B, uma vez que a equipe se retirou da competição em 86 no rally de Portugal. 
Ele tinha mais força e potencia que qualquer outro carro de rally na história, chegando aos incríveis 550 cavalos em 86, ele ainda tinha asas enormes para ajudar na tração em etapas mais rápidas. 
Porém o S1E2 encontrou adversários cada vez mais competitivos e em 85 ganhou somente uma etapa (San Remo). 

23 anos após o cancelamento do Grupo B, o Sport Quattro S1 E2 continua sendo considerado pela grande maioria como o mais poderoso carro de rally que já competiu. 

O Audi Quattro e todas as suas evoluções competiram por 4 anos e meio, ganhando 4 campeonatos e mudando a cara do rally para sempre. 
Deixando não só uma história maravilhosa, mas também admiradores do seu poder, presença e tantas outras coisas. 

Eu só conheci o Audi Quattro na minha adolescência ..e só fui conhecer o Grupo B já no começo da minha vida adulta, mas ao conhecer melhor o que a Audi fez não pude deixar de admirar o que li, vi e ouvi. 
Espero que vocês também tenham gostado e que me perdoem caso tenho informado algo errado...ainda estou desbravando o Grupo B, seus carros e seus pilotos...pois esse não é um mundo novo, mais foi um mundo incrível!

Reações:

0 comentários: