15 de mai de 2013

F1 e Eu

Resolvi falar um pouco sobre mim e sobre como a F1 entrou na minha vida...
Bem eu vejo F1 desde quando me dou por gente, meu pai sempre foi um fã de corridas e quando criança você assiste o que o seus pais assistem, querendo ou não...pois foi assim que eu comecei a ver corridas entre elas a Fórmula 1.

Apesar de ver desde muito pequena, eu comecei a torcer um pouco mais velha, lá para 95~96 um piloto me chamou a atenção, seu nome era Mika Hakkinen.
O motivo para eu gostar do Hakkinen, ainda me é um mistério, acho que o seu nome diferente me chamou a atenção, e bem eu comecei a torcer por ele...

Todo treino de classificação, toda corrida, eu ficava procurando a bandeira da Finlândia e o nome dele, para ver onde ele estava no grid de largada, ou onde estava na corrida, adorava vê-lo correr e principalmente ganhar.
Consequentemente comecei a torcer pela McLaren, equipe do Mika, e bem... ambos foram um dos principais motivos para me fazer acordar cedo nas manhãs de sábado e domingo por vários anos...

Felizmente vi Hakkinen ser duas vezes campeão do mundo, e infelizmente também vi sua saída da F1. Quando Hakkinen parou de correr, fiquei orfã de piloto, mas não demorou muito para que minha atenção se dividisse entre dois pilotos...Raikkonen e Montoya.

Eu gostava do Raikkonen e eu gostava do nervoso Montoya...no fim acabei dando preferência ao Raikkonen, além do mais ele pilotava uma McLaren, muito bonita devo acrescentar.
Fui muito feliz, até o Raikkonen ir para Ferrari....ai tive um sentimento de traição...como ele pode sair da McLaren e ir para Ferrari, eu gostava dele, como ele pode fazer isso comigo! =(

Eu fiquei naquele conflito pois eu queria que ele ganhasse, mas eu não queria que a Ferrari ganhasse, fiquei contente com o campeonato mundial que ele ganhou, mas ainda assim foi um tanto estranho, era uma Ferrari...e bem nem sei explicar.

Enfim, isso fez eu ver outro piloto, seu nome, Button ou Botão como minha irmã o chama, e eu curtia ele pra caramba, ainda mais na Brawn e seu motor Honda...eu era fanzona de Honda graças a F-Indy e queria ver a Honda bota para quebrar na F1...a Brawn e o Button começaram a ser importantes para mim, que eu nem senti tanto a saída do Raikkonen do F1, sabia que uma equipe com ele e Alonso não ia rolar...

Anyway torci pela Brawn mas ela se foi, e eu segui o Button até minha querida Mclaren, e bem continuei vendo e torcendo por eles mesmo com a vinda do garoto maravilha, Vettel, o rapaz simpático com cara de criança e que tinha minha idade, não tinha como não me simpatizar, seu único defeito...não pilotar uma McLaren!

Mas só dava Vettel e a McLaren só me fazendo sofrer...no fim ouço que Raikkonen iria voltar, e não pude deixar de me entusiasmar, mas ao mesmo tempo temia que fosse como o "suposto" retorno do Hakkinen, que nunca aconteceu, ou que fosse como o desastroso retorno do Schummacher. Mas eis que ele me volta na Lotus...eu estava feliz denovo!

Eu já gostava do carro da Lotus Renault, aquele carro preto bonito, motivo meio bobo e infantil para gostar de uma equipe mais ainda assim um motivo valido... e ai se anuncia o retorno do Raikkonen na Lotus, agora Lotus F1 Team, eu delirei...e seu retorno não podia ser melhor!

É claro que felicidade boa dura pouco, eu via com alegria o retorno de um dos meus mais queridos pilotos, que só perde em minha admiração para o Mika Hakkinen....mas via com tristeza a minha querida McLaren começar a perder rendimento, é claro que não era a primeira vez que eu via isso, mas isso não torna nada mais fácil ver a equipe que você gosta desde criança passar por momentos difíceis.

Bem hoje estou aqui vendo meu piloto em segundo no campeonato, bem pertinho do líder ..e vejo também sua bela equipe em terceiro na campeonato, muito bom...e vejo a Mclaren começar a se achar...apesar de seu carro não ser mais tão bonito assim...

Eu sigo, vendo F1, e esperando melhor para todos os que não tem carro vermelho!
E torcendo para ver o jovem Hulkenberg brilhar, espero vê-lo ser campeão um dia!

Reações:

0 comentários: