29 de jun de 2013

Rossi...Rossi...Rossi...e não esqueça de Lorenzo

Aqui no bairro tem um fã do Valentino Rossi...após toda corrida pode-se ouvir ele correr com sua moto pelo bairro...Eu nunca vi, mas dizem que ele se veste igualzinho ao Doutor (moto, macacão e capacete)...mas hoje, hoje eu não ouvi nada...ele devia estar em choque, êxtase, e sabe mais que outra emoção, ao ver Rossi ganhar um corrida após 3 anos.


Foi muito bonito ver a torcida vibrar a cada ultrapassagem de Rossi, e até mesmo ver o narrador do SportTv delirar com tudo aquilo...Quem acompanha a MotoGP há alguns sabe o que e quem é Rossi, e como ele era imbativel, e quando essa invencibilidade acabou...todos sentimos...mas deixo nas palavras do próprio Rossi:
- Estou muito feliz, mas mal posso acreditar. É muito bom chegar em primeiro novamente. Já faz um bom tempo desde a última vez, em 2010, sem Sepang. Eu me perguntei: consigo ser primeiro de novo ou não? Foi um período difícil, mas eu nunca desisti. Continuei sempre trabalhando porque esta é a minha paixão. Eu amo pilotar e correr de motocicletas. 
- Eu preciso agradecer à Yamaha por ter me dado mais uma chance na equipe principal. No começo do ano eu não estava me sentindo seguro com a moto e precisei achar o equilíbrio certo. Antes da corrida de hoje, eu sabia que precisava vencer, pois, com Lorenzo lesionado, este seria meu dia. Foi difícil e precisei batalhar com todo mundo, mas eu estava um pouco mais rápido em certos pontos da pista. Estou muito feliz e preciso agradecer a todos que me ajudaram. Agora precisamos continuar no mesmo nível

Mas o fim de semana em Assen, na Holanda foi incrível, e não só por Valentino Rossi e sua vitória, sem contar sua corrida, digna dos momentos áureos de sua carreira...mas pela força e determinação de Jorge Lorenzo...foi incrível quando a prova chegou ao fim, e ele incrivelmente chegou em 5º, podia-se ver até sua postura mudando, como se ele finalmente pudesse relaxar, sentir o cansaço e a dor...

A questão do Lorenzo foi muito complicada, nos treinos livres ele se machucou e feio num tombo que levou, 
chegou a ser operado...mas conseguiu o aval médico para correr e foi correr. Não foi simplesmente a corrida de recuperação que ele fez, foi o fato dele não só ter corrido, como chegado ao fim, e em 5º, ganhando sete posições.
Muita gente...corrijo...muitos atletas não correriam nas condições dele, mas é disso que eu gosto da MotoGP...dos homens de aço, firmes, determinados, tão tamanha competitividade e vontade de ganhar que superar tudo...
A chegada de Lorenzo, aplaudido por todos e chorando de dor, mal conseguindo sair da moto foi bela, não pelo sofrimento dele, mas porque ali estava visível o que ele teve de enfrentar para chegar naquela posição e manter a briga no campeonato! =)
“Só perdemos dois pontos para o Dani, que lidera o Campeonato,” comentou Lorenzo. “Este quinto lugar é melhor que qualquer vitória da minha carreira. Espero ter uma boa recuperação para a Alemanha; não estarei a 100%, mas espero estar melhor que aqui.”

Já Pedrosa...eu tenho um problema com o Pedrosa...sempre acho que ele segura a galera...principalmente seu companheiro de equipe, Marc Marquez...E por falar no meu Márquez, o que foi aquilo!!! As disputas que ele teve com o Pedrosa foram incríveis, lindas, emocionantes...(sim...eu babo ovo pra esse rapaz!)

Tenho que falar também do dono da moto mais BONITA da MotoGP, Cal Crutchlow...ele perdeu posições, mas no final foi demais...eu gosto de ver Crutchlow (ou Cruton como dizem aqui em casa)...mas as vezes me pergunto se gosto de ver ele ou se gosto mesmo é de ver a moto dele!

Bem a MotoGP foi fantástica, esse começo de fim de semana promete...amanha escrevo sobre a GP2 e a F1...porque hoje ainda estou no frenesi da motovelocidade!

Reações:

0 comentários: